domingo, 22 de junho de 2008

Quero um amor irreverente...


Eu quero um amor irreverente
Daqueles que explodem dentro do peito.
Que enfeite o meu corpo todo de sorrisos.
Que agite em mil loucuras o meu leito.
Eu quero um AMOR impaciente.
Sabor de pecado insano.
Que tenha sempre sensação de despedida.
Que chegue sem esperar.
Mas que fique, talvez, por toda
A vida!!!!!

Um comentário:

margarida disse...

e achas que ele ainda nao chegou???